Alterações nas unhas

Unhas saudáveis são indicadores de que você também esta bem de saúde. Através de algumas alterações e doenças das unhas já é possível identificar outros possíveis doenças relacionadas.
As unhas podem ajudar os médicos a diagnosticar doenças As principais patologias que levam a alterações das unhas são:
Anemia: unhas quebradiças, secas, opacas, sulcos transversais(vários), coiloniquia (formato côncavo das unhas), onicólise (descolamento das unhas)

Doenças cardíacas: unhas curvadas para baixo, alargadas, coloração arroxeada e pontos arroxeados.

Doenças renais: engrossamento das unhas, coloração amarelada ou cinzenta, linhas transversais esbranquiçadas, unha metade marrom e metade clara.

Doenças no fígado: unhas de Terry (ocorre na cirrose) cor esbranquiçada na parte proximal e coloração normal nas pontas, unha pálida amarelada, arredondamento e aumento da unha.

Doenças gastrintestinais: pontos hemorrágicos, unhas doloridas, frágeis e que se descolam ou descarnam.

Diabetes: unhas avermelhadas e com vasos na pele, engrossamento das unhas, micose mais freqüentemente, engrossamento e endurecimento das pontas dos dedos.

Hipertireoidismo: afinamento, enfraquecimento, descolamento das unhas e abaulamento.

Hipotireodismo: unhas opacas de textura mais grossa.

Lúpus eritematoso: hemorragia da cutícula, manchas brancas na unha, depressões puntiformes e descolamento das unhas. Reumatismo: unhas amareladas, sulcos transversais lúnula avermelhada e engrossamento sob as unhas.

Leucemia: unhas quebradiças, hiperqueratose (engrossamento) ou perda total da unha.

AIDS: infecção das unhas por fungos e cândida, vírus e herpes e sarcoma de Kaposi (tumor vascular)

Porque as unhas ficam encravadas?
A unha encravada é muito comum no dedo do pé. Isso devido ao corte incorreto da unha, principalmente nos cantos (não seguindo a sua curvatura) e ao uso de sapatos apertados, permitindo que a unha cresça para dentro da pele.

Há um sério desconforto na área, pois a unha fica extremamente dolorida e nos casos mais graves são necessários tratamentos especiais com o médico dermatologista, através de pequenas cirurgias para remoção do tecido inflamado.

Como posso proteger ainda mais a unha?

Se você possui algum tipo de problema com as unhas, use luvas protetoras sempre que possível, principalmente quando for mexer com produtos químicos ou de limpeza. Procure evitar inclusive a permanência por muito tempo dentro da água e após secar as mãos faça o uso de um creme hidratante para evitar a pele seca.

Contato

Nossa clínica de Dermatologia está localizada próximo a Paulista.

(11) 3885-9020 | (11) 3171-1901
(11) 99995-4200
contato@dermaser.com.br
Rua Manuel da Nobrega, 354 - 10º andar - São Paulo - SP.
Segunda a Sexta-feira 8h:30 às 20:00
Sábados 9h às 12h:30

Newsletter

Deixe seu e-mail e receba conteúdos e novidades:

    ×